3.7.16

Vetements, Verão 2017


Começou neste domingo, três de julho, a semana de alta-costura de Paris. Em um line-up que traz as tradicionais e luxuosas Chanel, Atelier Versace, Christian Dior, Giorgio Armani Privê, Valentino e Jean-Paul Gaultier, a abertura da edição de outono-inverno 2016/17 do evento contou com a convidada Vetements, marca de Demna Gvasalia, atual diretor criativo da Balenciaga. 

O hype em torno da Vetements se intensifica cada vez mais, culminando em uma coleção de peças prêt-à-porter masculino e feminino com referências da haute-couture. Tudo interpretado sob os olhos de Gvasalia e seu coletivo, que trouxeram para o desfile a incrível parceria com 17 marcas: Carhartt WIP, Levi’s, Canada Goose, Eastpak, Reebok, Alpha Industries, COMME des GARÇONS, Champion, Schott, Manolo Blahnik, Brioni, Lucchese, Mackintosh, Church’s, Dr. Martens, Kawasaki e Juicy Couture. Cada uma delas forneceu ao estilista e seu coletivo o que fazem de melhor. Como as jaquetas jeans fornecidas pela Levi´s, por exemplo. Ou os famosos scapins de Manolo Blahnik ou os trench-coats da Brione. Os itens foram totalmente refeitos, transformados, de acordo com o DNA da Vetements. 

A coleção apresenta com sucesso os códigos que vêm das ruas através de uma interpretação de passarela. Estão presentes os hoodies, a silhueta oversized e o esportivo minimalista e quase cafona da marca. A alfaiataria traz cortes fluídos e alongados com referências aos anos 90. Botas cuissardes pintam pesadas e cheias de atitude, destacando as de tons acesos e cintilantes, reinterpretações dos calçados de Manolo Blahnik. De tão altas viram praticamente uma calça. As mangas longas, longuíssimas na verdade, continuam a ser aposta de estilo fashion e tendência para muitas outras temporadas que estão por vir. E mais uma vez a Vetements coloca em evidência a força do gender-bender na moda. E será que a colaboração entre marcas distintas será o novo trend?

Gostando ou não os puristas, a participação da Vetements como marca convidada da semana de moda de alta-costura de Paris mostra que este é um momento de mudança e rejuvenescimento da própria couture. O convite feito pela Federação Francesa de Alta-Costura não foi gratuito. É evidente que trata-se de uma forma de chamar a atenção para o evento, através da participação de uma das marcas que hoje é o hot ticket da moda parisiense. Clique nas imagens e confira a coleção completa:

COMPARTILHAR:
ÚLTIMAS

SIGA A GENTE NO FACEBOOK

RECEBA NOSSA Newsletter

 

INSTAGRAM

ARQUIVO