30 Filmes de Temática LGBT


O Dia Internacional do Orgulho LGBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transexuais) é comemorado anualmente em 28 de junho em todo o mundo. Foi criado em homenagem a um dos episódios mais marcantes na luta da comunidade gay pelos seus direitos: a Rebelião de Stonewall Inn. Em 1969, esta data marcou a revolta da comunidade LGBT contra uma série de invasões da polícia de Nova Iorque aos bares que eram frequentados por homossexuais, que acabavam por ser presos e sofrer represálias por parte das autoridades. O levante contra a perseguição da polícia às pessoas LGBT durou mais duas noites. A partir deste acontecimento, foram organizados vários protestos em favor dos direitos dos homossexuais por várias cidades norte-americanas.

A 1ª Parada do Orgulho Gay foi organizada no ano seguinte (1970), para lembrar e fortalecer o movimento de luta contra o preconceito. A Revolta de Stonewall Inn é tida como o “marco zero” do movimento de igualdade civil dos homossexuais no século XX.

Depois de 47 anos, será que temos algo a comemorar? Acontecimentos recentes como o ataque na boate gay "Pulse", em Orlando, Flórida (EUA), ocorrido no dia 12 de junho e que deixou 49 mortos, marca profundamente a nossa luta pela igualdade de gêneros, assim como o fim da homofobia. No Brasil, um dos países de maior índice de morte da população LGBT, direitos adquiridos por essa população são cada vez mais excluídos. Só em 2015, o Disque 100 recebeu quase 2 mil denúncias de agressões contra gays. Desde o início de 2016, 132 homossexuais já foram assassinados no Brasil. Estima-se que a cada 28 horas, um homossexual morre de forma violenta no país. A homofobia não é considerada crime, e por isso casos de violência contra homossexuais recebem  menos atenção da polícia. E ainda, relações entre pessoas do mesmo sexo são consideradas crime em 73 países, segundo dados recentes da associação internacional ILGA (International Lesbian, Gay, Bisexual, Trans and Intersex Association).  

Sim, temos muito o que lutar. 

Para o Dia Internacional do Orgulho LGBT, fizemos uma lista de 30 filmes para comemorar a data, que sim, deve ser comemorada e lembrada por todos os dias do ano. Afinal, somente com muita luta e empoderamento, que talvez, um dia, teremos um mundo onde não haja somente a tolerância, mas sim, a aceitação e respeito pelo que somos e vivemos, independente de nossas orientações sexuais. E se você tem alguma dica de filme que não saiu nessa lista, deixa um comentário pra gente!

"Minha Vida em Cor-de-Rosa" (1997)
Direção: Alain Berliner
Elenco: Georges du Fresne, Jean-Philippe Écoffey, Hélène Vincent

Ludovic é uma garota transsexual que está começando a assumir sua verdadeira identidade perante o mundo. Seu desejo é se casar com o filho de sua vizinha, mas os novos rumos que Ludovic dá para sua vida surpreendem sua própria família e os vizinhos, que não conseguem aceitar, de fato, a felicidade, os desejos e a real identidade de Ludovic.


"Parceiros da Noite" (1980)
Direção: William Friedkin
Elenco: Al Pacino, Karen Allen, Paul Sorvino

O policial Steve Burns (Al Pacino) foi destacado para investigar uma série de assassinatos de homossexuais em Nova York. Com a intenção de crescer dentro da corporação, aceita o desafio de se passar por gay, sabendo que terá que frequentar a comunidade e mergulhar nos clubes de sadomasoquismo. Só não sabia que a sua caçada ao maníaco poderia ser longa e que ninguém sai normal de uma experiência tão brutal como esta.


Morte em Veneza (1971)
Direção: Luchino Visconti
Elenco: Dirk Bogarde, Silvana Mangano e Marisa Berenson

Início do século XX. Gustav von Aschenbach (Dirk Bogarde) é um compositor austríaco que vai para Veneza buscando repouso, após um período de estresse artístico e pessoal. Porém ele não encontra a paz desejada, pois logo desenvolve uma paixão por um jovem, Tadzio (Björn Andrésen), que está em férias com sua família. Tadzio incorpora o ideal de beleza que von Aschenbach sempre imaginou e pensa em ir embora antes de cometer um ato impensado, mas sua bagagem foi para outra cidade, obrigando-o a permanecer ali. Além disto a cólera asiática começa a chegar em Veneza.


O Jogo da Imitação (2015)
Direção: Morten Tyldum
Elenco: Benedict Cumberbatch, Keira Knightley, Matthew Good

Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo britânico monta uma equipe que tem por objetivo quebrar o Enigma, o famoso código que os alemães usam para enviar mensagens aos submarinos. Um de seus integrantes é Alan Turing (Benedict Cumberbatch), um matemático de 27 anos estritamente lógico e focado no trabalho, que tem problemas de relacionamento com praticamente todos à sua volta. Não demora muito para que Turing, apesar de sua intransigência, lidere a equipe. Seu grande projeto é construir uma máquina que permita analisar todas as possibilidades de codificação do Enigma em apenas 18 horas, de forma que os ingleses conheçam as ordens enviadas antes que elas sejam executadas. Entretanto, para que o projeto dê certo, Turing terá que aprender a trabalhar em equipe e tem Joan Clarke (Keira Knightley) sua grande incentivadora. Alan Turing era gay. 


Tangerine (2016)
Direção: Sean Baker
Elenco: Kitana Kiki Rodriguez, Mya Taylor, Mickey O'Haga

Assim que sai da prisão, a prostituta transexual Sin-Dee (Kitana Kiki Rodriguez) descobre através de sua melhor amiga (Mya Taylor) que o namorado Chester (James Ransone) está saindo com outra pessoa, uma mulher cisgênero. Sin-Dee decide encontrar os dois e puni-los pela traição.


"Garotos de Programa" (1991) 
Direção: Gus Van Sant
Elenco: River Phoenix, Keanu Reeves e James Russo

O filme, do diretor Gus Van Sant, mostra a jornada dos amigos Scott Favor (Keanu Reeves) e Mike Waters (River Phoenix). Sem dinheiro, os dois entram no mundo da prostituição e vendem seus corpos para clientes gays pelas ruas da cidade de Portland. Entre uma aventura e outra, Scott decide encontrar sua mãe e acaba descobrindo que está apaixonado pelo melhor amigo.


"Priscilla, a Rainha do Deserto" (1994) 
Direção: Stephan Elliott
Elenco: Terence Stamp, Hugo Weaving e Guy Pearce

Um clássico em se tratando de temática LGBT, o filme fez tanto sucesso que ganhou um musical nos palcos da Broadway. Colorido e divertido, o longa mostra a aventura de duas drag queens, Anthony (Hugo Weaving) e Adam (Guy Pearce), e uma transexual, Bernadette, que são contratadas para realizar um show em Alice Springs, uma cidade que fica no deserto australiano. A bordo do ônibus Priscilla, elas partem de Sydney na companhia do mecânico Bob (Bill Hunter). Durante a viagem, acabam descobrindo que quem as contratou foi a esposa de Anthony.


"Meninos não choram" (1999) 
Direção: Kimberly Peirce
Elenco: Hilary Swank, Chloë Sevigny, Alison Folland

O drama, que rendeu o Oscar de melhor atriz para Hilary Swank, mostra a história do garoto Brandon Teena, que nasceu em um corpo de menina e passou a viver sua verdadeira identidade de gênero em uma pequena cidade rural de Nebraska. Após se apaixonar por uma garota, Brandon tem o seu segredo revelado e passa a ser vítima de preconceito dentro e fora de sua família.


"Má Educação" (2004)
Direção: Pedro Almodóvar
Elenco: Gael García Bernal, Fele Martínez, Javier Cámara

Um dos filmes mais tensos e polêmicos de Pedro Almodóvar. A trama conta a história de Ignacio e Enrique, dois homens que se encontram décadas depois de se apaixonarem em um rígido colégio espanhol. Além da abordagem homossexual, o filme retrata o abuso sexual de padres.


"O Segredo de Brokeback Mountain" (2005)
Direção: Ang Lee
Elenco: Heath Ledger e Jake Gyllenhaal

Baseado no conto homônimo escrito por Annie Proulx, a história narra o amor proibido entre dois cowboys, Jack Twist (Jake Gyllenhaal) e Ennie Del Mar (Heath Ledger), que decidem manter sua relação em segredo durante anos. O filme, dirigido por Ang Lee, retrata os conflitos de uma sociedade conservadora no Texas, entre as décadas de 1960 e 1980.


"Milk: A Voz da Igualdade" (2008)
Direção: Gus Van Sant
Elenco: Sean Penn, Josh Brolin, Emile Hirsch

Em 1977, Harvey Milk (esq.) entrou para a história como o primeiro homem abertamente gay a ser eleito a um cargo público na Califórnia (EUA). Milk exerceu o mandato por 11 meses, de janeiro a novembro de 1978, data em que foi assassinado por um opositor político. Em 2008, a história do "mártir dos direitos gays" ganhou as telas do cinema. O ator Sean Penn (dir.) interpretou o ativista no filme do diretor Gus Van Sant.


"Eu Matei Minha Mãe" (2010) 
Direção: Xavier Dolan
Elenco: Xavier Dolan, Anne Dorval, Suzanne Clément

Estrelado e dirigido pelo jovem cineasta Xavier Dolan, o filme explora a relação conturbada entre um mãe controladora e um filho que tenta impor seus gostos e conquistar sua liberdade. Confuso por sentir amor e ódio por sua própria mãe, o personagem de Dolan vaga por uma adolescência ao mesmo tempo marginal e típica, repleta de descobertas artísticas, experiências ilícitas, amizades e sexo.


"Tomboy" (2012)
Direção: Céline Sciamma
Elenco: Zoé Héran, Malonn Lévana, Jeanne Disson

Laure, uma garota de 10 anos, começa a viver uma vida dupla após sua família mudar de bairro. A "nova identidade" começa quando sua vizinha, Lisa, a confunde com um menino. Laure, que usa cabelo curto e gosta de roupas masculinas, aceita a confusão e se apresenta como Mickael. Para evitar que o seu segredo venha à tona, Laure começa a passar por diversas situações embaraçosas até que os seus pais descobrem a verdade.


"Tatuagem" (2013) 
Direção: Hilton Lacerda
Elenco: Irandhir Santos, Jesuíta Barbosa, Rodrigo Garcia

O filme, de Hilton Lacerda, traz um retrato da capital nordestina Recife, de 1978, onde Clécio Wanderley (Irandhir Santos) lidera um grupo teatral e se envolve com o cunhado de seu affair, o jovem militar Fininha (Jesuíta Barbosa), que é seduzido pelo mundo do teatro e pelo jogo de conquista de Clécio.


"Um Estranho no Lago" (2013) 
Direção: Alain Guiraudie
Elenco: Pierre Deladonchamps, Christophe Paou, Patrick d'Assumçao

O diretor Alain Guiraudie causou polêmica ao retratar um drama policial com cenas de sexo explícito. Na história, Franck (Pierre Deladonchamps) frequenta um lago usado como praia nudista por vários homens homossexuais e acaba se apaixonando por Michel (Christophe Paou), um homem bonito, poderoso e bastante perigoso. Franck sabe com quem está se envolvendo, mas ignora o perigo para poder viver essa paixão.


"Azul É A Cor Mais Quente" (2013) 
Direção: Abdellatif Kechiche
Elenco: Léa Seydoux, Adèle Exarchopoulos, Salim Kechiouche

O polêmico filme francês foi aclamado pela crítica, mas chocou públicos mais conservadores com as cenas de sexo entre Adèle (Adèle Exarchopoulos), uma garota de 15 anos, e Emma (Léa Seydoux), uma sedutora garota de cabelos azuis. O filme mostra a descoberta da sexualidade e os desafios de viver um amor secreto em meio a conflitos familiares e o preconceito da sociedade.


"The Normal Heart" (2014)
Direção: Ryan Murphy
Elenco: Mark Ruffalo, Julia Roberts, Matt Bomer 

O filme, produzido pelo canal de TV HBO e dirigido por Ryan Murphy, narra a descoberta da Aids nos Estados Unidos. Em 1981, a doença é apelidada de "câncer gay" e, por preconceito, não recebe a devida atenção do governo norte-americano. Decidido a fazer com que as pessoas tomem conhecimento sobre a epidemia, o escritor Ned Weeks (Mark Ruffalo) se torna um forte ativista e começa a ir a veículos de comunicação para falar e alertar sobre o tema. Além da discriminação da sociedade e a falta de apoio do governo, Ned enfrenta um problema ainda maior quando o seu namorado, Felix Turner (Matt Bomer), descobre ser soropositivo.


"Hoje Eu Quero Voltar Sozinho" (2014)
Direção: Daniel Ribeiro 
Elenco: Ghilherme Lobo, Fabio Audi, Tess Amorim

Leonardo é um adolescente cego que tenta buscar sua independência lidando com uma mãe superprotetora, além dos conflitos que permeiam a sua idade. Na escola, ele acaba conhecendo Gabriel (Fabio Audi). É com essa amizade que novos sentimentos começam a surgir, fazendo com que Leonardo descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.


"A Garota Dinamarquesa" (2016) 
Direção: Tom Hooper
Elenco: Eddie Redmayne, Alicia Vikander, Ben Whishaw

O filme conta a história da pintora Lili Elbe (Eddie Redmayne), que nasceu Einar Mogens Wegener e se tornou uma das primeiras pessoas a passar por uma cirurgia de readequação sexual, em 1931. O filme é baseado no livro homônimo de David Ebershoff.



"A Single Man" (2009)
Direção: Tom Ford
Elenco: Colin Firth, Julianne Moore e Nicholas Hoult 

Intitulado no Brasil como "Direito de Amar", o filme é a estreia do estilista Tom Ford como diretor de cinema. George (Colin Firth) é um professor de inglês, que repentinamente perde seu companheiro de 16 anos. Sentindo-se perdido e sem conseguir levar adiante sua vida, ele resolve se matar. Para tanto passa a planejar cada passo do suicídio, mas neste processo alguns pequenos momentos lhe mostram que a vida ainda pode valer a pena.


"Carol" (2016)
Direção: Todd Haynes
Elenco: Cate Blanchett e Rooney Mara

A jovem Therese Belivet (Rooney Mara) tem um emprego entediante na seção de brinquedos de uma loja de departamentos. Um dia, ela conhece a elegante Carol Aird (Cate Blanchett), uma cliente que busca um presente de Natal para a sua filha. Carol, que está se divorciando de Harge (Kyle Chandler), também não está contente com a sua vida. As duas se aproximam cada vez mais e, quando Harge a impede de passar o Natal com a filha, Carol convida Therese a fazer uma viagem pelos Estados Unidos.


"Paris Is Burning" (2005)

Documentário filmado em meados dos anos 80 e só finalizado em 1990. "Paris is Burning" é uma crônica sobre a "ball culture" de New York e as minorias culturais que participavam e organizavam este evento: comunidade homossexual latina e afro-americana. Ball Culture foi uma "cena underground" muito específica, onde se misturava desfile de moda com habilidades de dança como o breakstreet, movimentos hieróglifos do Antigo Egito e ginástica olímpica. Todo o fundamento de "Vogue", da Madonna, veio diretamente daí.


"La Cage Aux Folles" - A Gaiola das loucas (1978)
Direção: Edouard Molinaro
Elenco: Michel Serrault, Ugo Tognazzi, Michel Galabru

A Gaiola das Loucas é uma boate com apresentações de travestis. O clube é administrado por um velho casal homossexual, a vedete Zaza (Michel Serrault) e Renato (Ugo Tognazzi). O filho do último resolve levar a noiva, filha de uma família tradicional, para conhecer os seus pais. O casal tenta esconder seu estilo de vida, mas a situação complica quando a moça leva o pai, um deputado conservador, para jantar com os novos parentes.


A Lei do Desejo (1987) 
Direção: Pedro Almodovar
Elenco: Carmen Maura, Antonio Banderas, Manuela Velasco, Eusebio Poncela

Pablo Quintero (Eusebio Poncela) é um diretor de teatro homossexual. Ele é apaixonado por Juan Bermúdez (Miguel Molina), mas sua paixão não é correspondida. Tina (Carmen Maura) é sua irmã, tendo realizado uma operação de mudança de sexo anos antes para manter uma relação incestuosa com o pai. Ela é atriz e estrela o monólogo "A Voz Humana", de Jean Cocteau. Pablo está escrevendo o roteiro de um filme, que será estrelado pela irmã. Enquanto isso ela decide adotar Ada (Manuela Velasco), cuja mãe (Bibiana Fernández) viajou. Há ainda Antonio Benitez (Antonio Banderas), jovem de classe média alta que tem dificuldades em assumir sua homossexualidade e sempre está em torno de Pablo.


Felizes Juntos (1998)
Direção: Wong Kar-Wai
Elenco: Tony Leung Chiu Wai, Leslie Cheung, Chang Chen

Po-Wing (Leslie Cheung) e Yiu-Fai (Tony Leung Chiu Wai) são namorados que saem de Hong Kong e vão passar as férias em Buenos Aires, só que acabam tendo que ficar mais tempo. Po-Wing começa a trabalhar em um bar de tango para guardar dinheiro para sua viagem de volta, e Yiu-Fai começa a trabalhar em um restaurante chinês. Lá, ele conhece um jovem menino de Taiwan, que se torna seu amante, e que o afasta de Po-Wing. Enquanto a vida de Yiu-Fai se modifica, e só melhora, a de seu antigo parceiro está em constante decadência.


Hedwig: Rock, Amor e Traição (2001)
Direção: John Cameron Mitchell
Elenco: John Cameron Mitchell, Michael Pitt, Miriam Shor

Hansel é um jovem que mora em Berlim Ocidental e que sonha em se tornar uma grande estrela do rock nos Estados Unidos. Até que ele conhece um belo americano que lhe promete amor e liberdade e que pode fazer com que todos os seus sonhos se tornem reais. Mas para ir para os Estados Unidos juntamente com ele Hansel precisará fazer uma operação de mudança de sexo, pois somente assim com ele poderá se casar. Assim nasce Hedwig (John Cameron Mitchell), que chega a Kansas no mesmo dia em que o Muro de Berlim é derrubado. Preparando-se para dar início à sua carreira, Hedwig utiliza pesada maquiagem, uma peruca a la Farrah Fawcett e forma sua própria banda, chamada The Angry Inch. Porém, Hedwig logo se apaixona por um garoto de 16 anos chamado Tommy Gnosis (Michael Pitt) que acaba lhe dando um golpe e roubando suas canções, tornando-se assim a estrela do rock que Hedwig sempre sonhou ser. Recusando-se a ser derrotada, Hedwig começa então a cantar juntamente com sua banda em restaurantes e bares, buscando o reconhecimento por seu trabalho.


Orações para Bobby (2009)
Direção: Russell Mulcahy
Elenco: Sigourney Weaver, Ryan Kelley, Henry Czerny

Mary Griffith (Sigourney Weaver) é uma devota cristã que criou seus filhos com os ensinamentos conservadores da Igreja Presbiteriana. Bobby (Ryan Kelley), um dos seus filhos, confidencia ao irmão mais velho que talvez seja gay, o que muda a vida da família inteira quando Mary descobre. Todos da família lentamente entram em acordo com a homossexualidade de Bobby, menos Mary que acredita que Deus pode curar o filho. Querendo agradá-la, ele faz tudo que a mãe o pede, mas fica cada vez mais depressivo e então decide sair de casa.


Transamerica (2006)
Direção: Duncan Tucker
Elenco: Felicity Huffman, Kevin Zegers, Fionnula Flanagan

Bree Osbourne (Felicity Huffman) é uma orgulhosa transexual de Los Angeles, que economiza o quanto pode para fazer a última operação que a transformará definitivamente numa mulher. Um dia ela recebe um telefonema de Toby (Kevin Zegers), um jovem preso em Nova York que está à procura do pai. Bree se dá conta de que ele deve ter sido fruto de um relacionamento seu, quando ainda era homem. Ela, então, vai até Nova York e o tira da prisão. Toby, a princípio, imagina que ela seja uma missionária cristã tentando convertê-lo. Bree não desfaz o mal-entendido, mas o convence a acompanhá-la de volta para Los Angeles.


"QUERELLE" (1982)
Direção: Rainer Werner Fassbinder
Elenco: Brad Davis, Franco Nero, Jeanne Moreau

O marinheiro francês Querelle (Brad Davis) desembarca em Brest. Marginal e movido pelo desejo, torna-se frequentador assíduo do bordel da cafetina Lysiane (Jeanne Moreau), amante de seu irmão Robert (Hanno Pöschl). Lysiane é casada com Nono (Günther Kaufmann), que costuma jogar dados com os clientes. Quem ganha pode ficar com ela, quem perde deve transar com ele.


"Velvet Goldmine" (1999)
Direção: Todd Haynes
Elenco: Christian Bale, Jonathan Rhys-Meyers, Ewan McGregor

Em 1971, o glam rock invade o mundo da música britânica, provocando uma verdadeira revolução, não apenas na música mas também nos costumes da sociedade. O ícone do movimento Brian Slade (Jonathan Rhys-Meyers), roqueiro que leva garotas e rapazes a pintarem as unhas, usarem batom e explorarem sua sexualidade. Incapaz de lidar com a fama adquirida, Brian forja sua própria morte, com a farsa sendo descoberta logo depois. Anos mais tarde, um jornalista inglês (Christian Bale) começa a investigar seu desaparecimento.


NÃO DEIXE DE VER


ÚLTIMAS



HOME    SOBRE    CONTATO    MODA    CULTURA    MÚSICA    HOT    BEAUTÉ    EVENTOS    COMPORTAMENTO    DESFILES    ACESSÓRIOS     LGBT    GOURMET    MIXTAPE    ENTREVISTA    NOITE    TREND    ROTEIRO    DJ-SET    VÍDEOS    MIDIA KIT    PARCEIROS