Conheça a obra de Tunga, um dos maiores nomes das artes visuais no Brasil e no mundo

junho 09, 2016


Morreu aos 64 anos, na última segunda-feira (6/06), no Rio de Janeiro, o artista plástico Tunga, vítima de um câncer na garganta. Em quase meio século de carreira, Tunga construiu uma obra plástica incontornável na arte contemporânea, mesclando referências sutis à herança construtiva que dominou as vanguardas nacionais a um universo simbólico único.

Nascido em 1952, na cidade de Palmares, em Pernambuco, Antônio José de Barros Carvalho e Mello Mourão, conhecido como Tunga é considerado uma das figuras mais emblemáticas da cena artística nacional. Na ativa desde os anos 70, foi no Rio de Janeiro que cresceu e se descobriu como artista, iniciando sua carreira com desenhos e esculturas.

Tunga, escultor, desenhista e artista performático, foi o primeiro artista contemporâneo do mundo e o primeiro brasileiro a ter uma obra exposta no icônico Museu do Louvre em Paris. Tem obras em acervos permanentes de museus como o Guggenheim de Veneza, e galerias dedicadas à sua obra no Instituto Inhotim, ocupando duas grandes galerias, onde são percebidas a potência e a dimensão do trabalho do artista.

Para criar seus trabalhos, Tunga investigava áreas do conhecimento como literatura, psicanálise, teatro e ciências exatas e biológicas. Utilizava em suas esculturas e instalações materiais como correntes, fios elétricos, lâmpadas, feltro e borracha. Além disso, sua obra era carregada de simbolismo, com uso de ossos, crânios, dedais e agulhas, utilizando diferentes formas de linguagem para criar e para provocar o público.

Em 40 anos de carreira, Tunga é definitivamente um dos grandes nomes da arte contemporânea do Brasil. Confira abaixo algumas de suas obras e não deixe de visitar o site oficial do artista.


RELACIONADAS

0 comentários

ÚLTIMAS