6.9.14

Portishead relança "Dummy" em edição comemorativa de 20 anos. Álbum marcou o trip hop nos 90´s


Os anos 90 marcou uma época em que a música ainda conseguia nos surpreender com novidades. A década foi de grande valia para o surgimento e segmentação de estilos, principalmente, o eletrônico e seus dissidentes. Neste caso específico, o trip hop, que provindo dos 80, trazia uma diferenciada construção eletrônica em downtempo, marcada por downbeats (batidas desaceleradas, menos de 120 bpm) e pelo uso de instrumentos convencionais e acústicos, sendo essa, uma das características principais do gênero, assim como a influência do hip hop, no uso do scratch e das vozes, pela house, no uso dos boucles de frases musicais. Essa mistura, provinda da cidade de Bristol, Inglaterra, teve sua marca essencial em uma (incrível)banda chamada Massive Attack quando em 1991, o álbum "Blue Lines"(1991) causou estranhamento em ouvidos mais atentos e ávidos por um estilo que diferenciasse o upbeat vigente da época. A definição do gênero contou em definitivo com o lançamento de "Dummy"(1994), da banda britânica Portishead, formada por Beth Gibbons, Geoff Barrow e Adrian Utley.

Em um período em que o videoclipe ainda era relevante - na consagração da MTV como grande disseminadora de estilos e tendências musicais, descobri Portishead no programa "Lado B", um dos clássicos da emissora cujo foco eram bandas alternativas. O clipe de "Numb" ficou na minha cabeça e alguns anos depois, o álbum "Dummy", adquirido em uma megastore importante da época, marcou minha vida musical. Com uma construção vertiginosamente densa, "Dummy" traz onze faixas construídas como uma trilha de filme noir perturbadora, em que a voz de Beth Gibbons desperta atenção do início ao fim. "Glory Box" talvez seja a mais conhecida de todas, já usada em trilhas de filmes, comercial e regravada recentemente por Maxine Ashley.

Vinte anos depois, a banda relança uma edição comemorativa de "Dummy" em vinil de 180 gramas, aquelas para colecionadores. Porém, sem nenhuma faixa adicional, conforme anunciado anteriormente. Também, não importa, pois "Dummy" continua um clássico e com grande relevância, tanto para a época de seu lançamento quanto para os dias de hoje.

Clique aqui e ouça o álbum completo!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
NA LÍNGUA DO JU ® - 2017