Top Menu

Cher e Celine Dion no Billboard Music Awards 2017


Domingo foi dia de Billboard Music Awards 2017, transmitido ao vivo do T-Mobile Arena, Las Vegas, Nevada (EUA). Como vários prêmios do estilo, vem perdendo audiência e relevância, mas nesta edição, contou com duas divas icônicas do pop: Cher e Celine Dion. Este feito, fez com que o evento não passasse em branco, já que as apresentações ao vivo, anunciadas previamente, já previam algo de morno: Camila Cabello , Ed Sheeran, Imagine Dragons, The Chainsmokers e por aí vai.  

Celine Dion trouxe seu hino "My Heart Will Gon On", tema do longa "Titanic"(1997), e que nesses últimos 20 anos já ouvimos mais de um milhão de vezes. A força vocal de Celine é incrível e nos faz lembrar que uma boa cantora, para ser relevante, tem que saber cantar e não apenas sobreviver com hits pautados em auto-tune. Com um incrível vestido de alta costura do estilista Stephane Rolland, é interessante analisarmos a forma com que tratamos as estrelas do showbizz. Uma reverência deve durar pela vida toda e não apenas em uma temporada que dura um hit. A performance de Celine foi mais que carregada de técnica perfeita, mas sim, emocionante, trazendo 20 anos de memória emotiva. Cofira abaixo: 


Coube à Celine Dion uma das apresentações mais perfeitas de premiações vistas atualmente. Porém, à Cher, a presença de palco inigualável e incomparável da artista, nos prova que aos 71 anos de idade (completados um dia antes do evento), ela continua - além da boa forma - relevante para a cultura pop. Além de já ser considerada uma lenda, a grande homenageada da noite, não decepcionou o público do Billboard Music Award 2017. Atração mais aguardada, a cantora impressionou pelo fôlego e boa forma física ao cantar com um look revelador no palco do evento em Las Vegas. A música escolhida por ela foi um de seus maiores hits, "Believe". E depois, de black power e look preto, Cher voltou ao palco para cantar "If I Could Turn Back Time"Cher foi apresentada no palco por Gwen Stefani, e recebeu o prêmio de ícone da música, apresentando um discurso emocionado e empoderado: 


Sim, o mercado pop não é feito apenas de Rihannas, Katy Perrys, Beyoncés e afins. Existe espaço para todas, mas os ícones são realmente poucos e temos que mais do que nunca agradecer a estes por serem o que são e nos trazer o que já trouxeram em nossas vidas: emoção. E claro, o que ainda são capazes de trazer. 

Postar um comentário

AS ÚLTIMAS DO BLOG

NA LÍNGUA DO JU ® | 2017