Underwear: conheça os modelos e qual é o ideal para cada tipo de corpo

Marky Mark, hoje conhecido como Mark Wahlberg, 
para a clássica campanha de 1992 da Calvin Klein

O mercado de underwear masculino vem crescendo e muito nos últimos anos, principalmente pela adesão de marcas de luxo ao segmento.  Não só lá fora, mas como aqui no Brasil, marcas tradicionalmente nacionais como Zorba, Mash e Lupo investem cada vez mais em novas tecnologias, prezando o conforto, assim como design, prezando a individualidade. Diferente do público feminino, o homem cresce com um modelo de underwear tradicional da cabeça. Quem não se lembra, de quando pequeno, usar aqueles modelos bem tracionais escolhidos pela mãe? Hoje, adultos, temos a possibilidade de escolhermos um modelo que mais se adapta à nossa realidade e necessidade. Não só estética, mas também, pelo conforto e problemas acarretados por tecidos que nem sempre se adaptam à nossa pele. 

O blog NLDJ fez um levantamento dos tipos de underwear atuais para lhe ajudar na hora de adquirir a sua peça. Não pense que o modelo da moda é o mais adequado para você. E também não pense que o modelo mais tradicional pode ser o que mais lhe representa. Temos que considerar padrão físico como altura, peso e formas, para no fim, termos um resultado estético - além do conforto - que nos valorize na hora de vestir uma underwear. A peça que vai por cima, conta também e muito para o efeito geral. E lembre-se: momentos especiais também exigem roupas íntimas especiais. Inclusive para o homem. Confira:


1 – Slip: modelo mais tradicional e ainda o mais vendido no Brasil é cavado nas laterais, mas sustenta tudo no lugar. A cava pode mudar de tamanho de acordo com o gosto do freguês. Há os que gostam de mais fechada, com um visual comportado, outros mais aberta, pois dá sensação de liberdade de movimentos. Como a slip é o modelo que deixa a coxa totalmente a vista, se torna uma boa opção para quem tem baixa estatura, graças ao efeito visual de alongamento das pernas. Para quem é muito alto não é o modelo mais adequado, podendo até evitá-lo. Este modelo não costuma marcar debaixo das calças, exceto quando está muito apertado, então tome cuidado na hora de escolher o tamanho.


2 – Boxer: um dos modelos que vem ganhando muita popularidade entre os homens, principalmente por causa de seu design que lembra um shorts e mantém o corpo um pouco mais coberto, mas, ao mesmo tempo, mais elegante. É amiga de quem não está com o corpo malhado, mas também não ajuda os gordinhos, por ser muito colada ao corpo. Para os altos, funciona muito bem, pois encurta um pouco a perna, característica que certamente vai desagradar os baixos. Quem tem pernas finas até pode vestir uma dessas, mas deve ficar longe das que tem pernas muito longas, algumas chegam até quase a metade da coxa. A boxer não marca por baixo da roupa, mas tem um pequeno problema: costuma embolar nas pernas quando usada com uma calça muito justa, algumas vezes fazendo um pequeno e desagradável volume no início da coxa, denunciando que o tecido ficou acumulado.


3 – Samba-Canção: para quem não gosta de nada apertando é a escolha ideal, mas não agrada aqueles que gostam de sustentação. Os gordinhos são privilegiados pelas samba-canção, pois o modelo não cola no corpo, revelando ainda mais os quilos extras, mas para os baixinhos ela não funciona bem e quem é muito magro pode ficar com as pernas perdidas em meio a tanto tecido. As calças chino ou de alfaiataria se dão melhor com a samba-canção, pois seu caimento confortável e solto no corpo não fazem a peça embolar. Já os jeans slim fit e calças de sarja muito justas não são a melhor escolha.


4 – Trunk ou Sunga: comprimento médio entre a slip e a boxer, ou seja, agrada quem quer algo mais fechado, mas ao mesmo tempo dá liberdade de movimentos. O modelo é muito popular entre os esportistas por dar segurança e não pegar na perna. Não tem o problema de acumular tecido no início da coxa, não prejudica quem tem pouca estatura e não afina muito a silhueta do magrinho, entretanto para quem é alto a boxer ainda é melhor opção.


5 - Fio-dental: é uma peça do vestuário masculino pouco conhecida e usada por brasileiros porém muito popular em países da Europa, Estados Unidos e Japão. O uso fio-dental no Brasil é atribuído a exposição sexual das mulheres e por isso o seu uso ainda não é bem aceito por homens no Brasil. Apesar de ser muito comum o uso de fio-dental por mulheres, os homens contemporâneos estão começando a aderir esse tipo específico de cueca ao dia-dia. Quebrando a ideia de roupa apelativa e de fim meramente sexual. As vantagens desta cueca estão no formato adequado ao corpo masculino, sendo mais confortável e proporcionado maior liberdade de movimento. Justamente por esse motivo o seu uso é comum por esportistas, fisioculturistas e lutadores. Várias marcas famosas produzem esse tipo de cueca, entre eles são Calvin Klein, Mash, Nike, Emporio Armani e outros.

A underwear ideal para o seu tipo de corpo: 

Agora que você já sabe quais são os modelos de underwear, saiba qual o melhor se adapta ao seu tipo físico:

Homens Baixos: com as pernas mais curtas, os homens de estatura menor devem valorizar essa parte do corpo utilizando cuecas um pouco mais cavadas, como as de modelo slip. Esses modelos deixam a perna toda à mostra, alongando a silhueta.

Homens Altos: os homens mais altos podem usar e abusar do modelo boxer. Esse tipo de cueca shortinho é um charme e valoriza a coxa já que fica totalmente grudada ao corpo. Homens grandes, mas que tenham o tronco maior que as pernas, devem apostar no modelo slip, já que, visualmente, o tronco maior pode deixar o homem um pouco mais baixo. Com as pernas totalmente a mostra, a silhueta será alongada.

Homens Magros: com as coxas mais finas, os homens magros devem apostar no modelo slip. A cueca boxer, que fica colada na coxa, além de esconder totalmente essa parte da perna, vai deixar esse tipo de homem ainda mais magro.

Homens Fora do Peso Ideal: já é possível encontrar na maioria das marcas as linhas plus size, mas caso esse tipo de homem opte por modelos regulares, a mais indicada é a samba-canção. Com esse modelo mais folgado, nenhuma parte do corpo com excesso de gordura ficará apertada ou em destaque.

Com a Pele Mais Clara: cores muito fortes ou estampas não combinam com esse tipo de pele, já que o contraste é muito forte. O ideal é utilizar cores mais neutras e discretas que valorizem o que tem que valorizar e não o tom quase transparente da pele. A cor preta é proibida pra esse tipo de pele.

Morenos e Negros: podem abusar das cores mais fortes e também das estampas. Cores vibrantes e o branco são ideias para esse tipo de pele e garantem o contraste perfeito.

De olho nos detalhes

Elástico na cintura: o elástico rígido tem uma pegada melhor, mantendo a peça sempre no lugar, além de dobrar mais raramente quando sentamos; o elástico mais maleável, geralmente presente em underwear voltado para esportes, aperta menos e é considerado mais confortável, agradando muito aos gordinhos.

Cueca de grife: muita gente acha bacana sair por aí mostrando o elástico com a marca do underwear, mas a verdade é que este tipo de visual só deprecia o sujeito, o homem alinhado sabe que o que deve ficar por baixo não fica saltando para fora só para ostentar uma grife que, na grande maioria das vezes, só colocou seu nome em uma cueca fabricada pela Lupo.

Cores: para não ter dor de cabeça aposte nas cores neutras como branco, preto e cinza mescla, sendo o marinho e o chumbo também boas opções. Pessoas de pele negra ou morena se dão muito bem com cores vibrantes como amarelo, vermelho, laranja e alguns tons de verde claro. Quem é muito claro tem problemas com beges e tons lavados de marrom.

Tecidos: o algodão é sempre uma boa escolha por ser um tecido que respira bem e mantém o corpo fresco, mas também existem os modelos em dryfit que controlam a temperatura do corpo e não retém suor, além desses, outro sucesso são as cuecas em modal uma fibra de celulose confortável e que se mantém macia mesmo depois de muitas lavagens. Há alguns anos a fibra de bambu foi incluída na fabricação de cuecas gerando um produto agradável de usar e fresco, mesmo sendo híbrido com fibras de poliéster.

Algumas dicas:

1.  Para dar volume: Branco e outras cores claras como o amarelo e o rosa.
2.  Para tirar volume: Vinho, preto, azul marinho e cores mais escuras.
3.  Para evitar odores: Modelos com tecido dryfit que possibilitam a transpiração sem reter suor. Outra fibra que é novidade no mercado e que não retém odor é a modal.
4. Conforto garantido: Cuecas sem costura garantem caimento perfeito, sem gerar nenhum tipo de incomodo.
5. Calças muito justas: O modelo slip é ideal. As boxers acabando subindo ou começam a enrolar gerando volume e marcando na calça.

NÃO DEIXE DE VER


ÚLTIMAS



HOME    SOBRE    CONTATO    MODA    CULTURA    MÚSICA    HOT    BEAUTÉ    EVENTOS    COMPORTAMENTO    DESFILES    ACESSÓRIOS     LGBT    GOURMET    MIXTAPE    ENTREVISTA    NOITE    TREND    ROTEIRO    DJ-SET    VÍDEOS    MIDIA KIT    PARCEIROS