Top Menu

Kate Moss aparece de coelhinha em primeira imagem da Playboy


Depois de muita expectativa, finalmente a Playboy divulga a primeira imagem de Kate Moss vestida com o icônico traje de coelhinha. Como já divulgado, Kate estampará a edição de janeiro de 2014 que comemora os 60 anos da icônica revista americana. As fotos ficarão a cargo da dupla Mert Alas e Marcus Piggott com styling de Alex White. Portanto, promete ser bem quente e fashion. Obviamente, Kate Moss vem aparecendo nua desde o início de sua carreira, porém, estampar a capa da Playboy americana apenas confirma o que todo o mundo já sabe: Kate Moss é o ícone absoluto de nosso tempo. Como disse disse o diretor editorial da revista, Jimmy Jellinek, ao Los Angeles Times: “Começou com Marilyn Monroe na capa da Playboy há 60 anos, um ícone de uma época. Agora nós temos Kate Moss!”. A edição coincide com o aniversário de 40 anos da modelo. 

Marilyn Monroe na capa da primeira Playboy americana, 1953

Playboy, a mais conhecida franquia de revista erótica masculina, foi fundada por Hugh Hefner no ano de 1953 com Marilyn Monroe na capa cujas fotos na verdade datavam do ano de 1948, publicadas originalmente para o famoso calendário daquele ano. Lançada na cidade de Chicago, EUA, a revista destacou-se como pioneira na exibição de fotografias de mulheres nuas. Um  dos principais diferenciais da revista é justamente seu viés de entretenimento jornalístico.

Xuxa, na edição de dezembro de 1982

O Brasil teve a sua primeira edição publicada no ano de 1975 pela Editora Abril com o título Revista do Homem, pelo veto do governo militar ao nome Playboy, que só foi adotado na capa da publicação em 1978. Nos anos 80, a franquia brasileira se caracterizou por estampar em suas capas modelos e atrizes que se tornaram sex simbols. A edição mais desejada é a de dezembro de 1982 que trazia a até então modelo Xuxa Meneguel, na época, conhecida apenas como a namorada do Pelé. Hoje, item de colecionador e expurgada por Xuxa, pode custar mais de R$15.000,00 em sites de venda. Ainda no Brasil, as recordistas de capas foram Luma de Oliveira e Sheila Carvalho em um empate: ambas protagonizaram cinco capas da revista. Já as recordistas de venda foram Joana Prado (Feiticeira) em dezembro de 1999 com 1.247.000 exemplares vendidos, Suzana Alves (Tiazinha) em março de 1999 com 1.223.000 e Adriane Gaslisteu em agosto de 1995, conhecida na época como namorada do piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna, com 961.527 exemplares vendidos. A edição de Galisteu, fotografada na Grécia por J.R. Duran, trazia a polêmica foto de depilação da modelo. Os pelos púbicos da atriz Claudia Ohana na edição de janeiro de 1985 se transformaram em foco de discussão e polêmica, reeditados neste ano na edição da atriz Nanda Costa. Em julho de 2009, Andressa Soares (Mulher Melancia) pagou o mico e fez capa e pose com referências às clássicas fotos de Marilyn Monroe, justamente na primeira edição da revista. Clique aqui e confira a lista de todas as capas da franquia brasileira da Playboy. Clique aqui para as capas publicadas entre 1975 a 2011.

A modelo Anouck Lepere na capa da Playboy francesa em junho de 2008

A Playboy francesa vai totalmente contra o estilo americano e consequentemente brasileiro e tem por característica editoriais eróticos que mais se aproximam de editoriais de moda e já trouxe modelos como Lara Stone, Lily Cole, Georgie Badiel, Anouck Lepere, entre outras. E no quesito moda e modelo, Kate Moss não estará sozinha, já que suas contemporâneas Cindy Crowforad e Naomi Campbell também estamparam a capa e recheio da revista.

Postar um comentário

AS ÚLTIMAS DO BLOG

NA LÍNGUA DO JU ® | 2017