10.3.17

"Feud": nova série de Ryan Murphy conta as tretas mais pesadas da história

Susan Sarandon como Bette Davis e Jessica Lange como Joan Crawford na série "Feud"

Ryan Murphy, atual midas das séries de TV norte-americanas, acaba de transformar mais uma de suas criações em ouro: depois de "Popular", "Nip/Tuck", "Glee", "American Horror Story", "The New Normal", "American Crime Story" e "Scream Queens", agora é a vez de "Feud", série que acabou de estrear no canal FX e que vai literalmente contar as rixas - ou tretas - mais pavorosas da história. Nessa primeira temporada, nada mais nada menos que a rivalidade entre as poderosas atrizes hollywoodianas Joan Crawford e Bette Davis, interpretadas por Jessica Lange e Susan Sarandon respectivamente. 

Com estreia da primeira temporada no último dia 5 de março nos EUA, "Feud" inicia com a história da total decadência na carreira de duas estrelas (Joan Crawford e Bette Davis) que no passado, foram as maiores divas do cinema americano. Decadência consequente da Hollywood do final dos anos 50 e início dos 60, quando outras musas como Marylin Monroe, bem mais jovem e com apelo de público, garantiam sucesso e bilheteria aos estúdios. Joan Crawford, depois da morte do marido, resolve voltar a atuar, mas sua idade já não lhe reservava bons papeis no cinema. Desesperada e atrás de um bom roteiro, encontra no livro "What Ever Happened to Baby Jane?", de Henry Farrell, uma forma suntuosa de retornar aos holofotes. Para tal, precisa de uma parceira para viver a trama, e pensa em nada mais nada menos que Bette Davis, sua maior rival. E coube ao diretor Robert Aldrich, interpretado na série pelo ator Alfred Molina, lidar com o temperamento de duas titãs em grande embate. De um lado, o narcisismo agudo de Joan Crawford e de outro, as opiniões fortes de Bette Davis que as colocam em desacordo, dentro e fora dos bastidores de um dos filmes mais fortes e clássicos do cinema mundial. 

Bette Davis e Joan Crawford sorriem para foto nos bastidores de "What Ever Happened to Baby Jane?" tentando disfarçar as tretas dos bastidores de filmagem do longa. 

Além das duas personagens principais, a história também nos mostra os fatos ao redor dos acontecimentos, como a presença da poderosa e influente (e fofoqueira) jornalista de entretecimento da época, Hedda Hopper, vivida pela ótima atriz Judy Davis, sempre em busca de uma intriga ou uma história quente, nem que seja na base da chantagem. Catherine Zeta-Jones interpretando a não menos virtuosa Olivia de Havilland e Kathy Bates no papel da atriz Joan Blondell, fazem um contraponto como narradoras dos fatos e nos contextualiza como era a personalidade e convivência com as duas atrizes, no caso Bette e Joan. E como não poderia ser diferente, ficamos impressionados e extasiados com a caracterização e atuação de Jessica e Susan. Com certeza será indicação certa em vários prêmios importantes de TV. Sarah Paulson, como Geraldine Page também já é uma aparição bem aguardada nessa série que já começou com um mundaréu de fãs. O elenco ainda conta com Jackie Hoffman, Stanley Tucci, Alison Wright, Kiernan Shipka, Dominic Burgess, Molly Price e  Jared Breeze.

Bette Davis como Baby Jane Hudson e Joan Crawford como Blanche Hudson no filme "What Ever Happened to Baby Jane?"

Susan Sarandon como Bette Davis/Baby Jane Hudson e Jessica Lange como Joan Crawford/Blanche Hudson na série "Feud"

O primeiro episódio, dirigido pelo próprio Ryan Murphy, já nos mostrou alguns fatos clássicos dos bastidores do filme "What Ever Happened to Baby Jane?" e como as protagonistas viviam e o que faziam na época: sabemos que Bette Davis teve um salário maior que Joan Crawford; sabemos que a maquiagem de Baby Jane Hudson, interpretada por Bette, foi criada por ela mesma e rendeu na série uma aparição de tirar o fôlego; sabemos que Joan Crawford, apesar de ser uma grande e talentosa estrela de cinema, era tremendamente cheia de manias e insegura e que sem muita grana, usava seus fãs para pequenos serviços domésticos como pintar de graça uma cerca de seu jardim e outros fatos bem interessantes, que fizeram desse episódio piloto o que ele deveria ser: entretenimento adulto com um elenco, produção e roteiro de primeira grandeza na TV. Além das picuinhas - que todo mundo adora - a série nos mostra problemas seríssimos e em pauta ainda hoje como discriminação por idade, sexismo e misoginia. Isso, num tempo em que duas grandes mulheres lutavam para manter o êxito e fama em suas carreiras. Não muito diferente dos dias de hoje. 

A segunda temporada de "Feud" já foi anunciada até mesmo antes de sua estreia. Terá o título de "Charles e Diana" e advinha qual será o mote principal? Nada mais nada menos que o relacionamento de Charles, Príncipe de Gales e Diana, Princesa de Gales.

"Feud: Bette and Joan" estreia oficialmente no Brasil e na América Latina no dia 12 de março, no canal pago Fox Premium. A primeira temporada irá contar com oito episódios. 

COMPARTILHAR:
ÚLTIMAS

SIGA A GENTE NO FACEBOOK

RECEBA NOSSA Newsletter

 

INSTAGRAM

ARQUIVO