"Le Revenants": Série cult francesa traz os mortos de volta á vida


Imagine uma pequena e isolada cidade no interior da França onde um belo dia, alguns mortos que há tempos haviam desencarnado desse mundo voltam para suas antigas vidas que para eles, continua do ponto em que ela parou. Esse é o enredo da série francesa intitulada "Le Revenants" - "Os Fantasmas", produzida pelo Canal + e que teve estreia em 26 de novembro, atualmente um dos programas de maior audiência da TV na França. Baseada no filme homônimo de Robin Campillo, lançado em 2004, a série cuja primeira temporada possui 8 episódios traz no roteiro de Fabrice Gobert uma narrativa envolvente, expectante e surpreendente para aqueles que a assistem. Coloque também um clima a la Twin Peaks, referências de "O Iluminado", uma trilha sonora densa e um pouco do habitual charme arrastado do cinema francês misturado a George Romero.

Diferente de histórias de mortos-vivos habituais, "Le Revenants" se fundamenta em um passado que justifica o retorno dos mortos que voltaram não para a resolução de pendências ou coisa assim ou muito menos para se alimentarem de cérebros ou carne humana como na conceituada “The Walking Dead” (2010). A única questão que pontua esses mortos com algo não provindo de vivos é a insônia permanente e uma fome que nunca acaba. Mas de comida mesmo.

Um dos assuntos visto na série é como lidamos com nossas perdas na situação desoladora de perder entes queridos. Por outro lado, a perspectiva do morto também é aplicada a esta questão e todo esse mistério é o recheio dos oito episódios da primeira temporada que termina nos deixando um grande ponto de interrogação, assim como uma agonia e perplexidade tremendas, mesmo sentimento dos personagens vivos da série que a cada capítulo apresenta um personagem diferente e brilhantemente amarra em seu roteiro perfeito um tipo de suspense que não é nada óbvio e nos faz refletir e juntar os fatos cuja resposta ainda deve estar longe de ser encontrada. Para a nossa sorte, a segunda temporada da série já foi confirmada e só teremos respostas mais plausíveis a partir daí. Pena que é somente para 2014, o que particularmente, devido ao grande sucesso da série, é o mesmo que jogar um tesouro fora.

As gêmeas Léna (Jenna Thiam) e Camille (Yara Pilartz)

Entre aqueles que retornam está Camille (Yara Pilartz), morta há três anos em um acidente de ônibus escolar. Desde então, sua irmã gêmea Léna (Jenna Thiam) vem enfrentando sozinha as brigas e discussões que ocorrem entre seus pais, Jérôme (Frédéric Pierrot) e Claire (Anne Consigny). Tentando superar a perda da filha, Claire encontrou apoio em Pierre (Jean-François Sivadier), homem extremamente religioso, responsável por uma instituição que oferece ajuda às famílias que perderam seus entes queridos. Acreditando piamente que existe vida após a morte, Pierre verá o retorno daqueles que faleceram como uma confirmação de sua crença.

Para Simon (Pierre Perrier), as circunstâncias de sua morte são misteriosas. Na época ele era noivo de Adèle (Clotilde Hesme). Em seu retorno, ele descobre que a noiva seguiu com sua vida. Após passar por um período de depressão, Adèle recuperou o gosto pela vida graças à ajuda de Thomas (Samir Guesmi), um militar autoritário que sente necessidade de sempre manter o controle da situação. Por isso mesmo, o retorno dos mortos fará com que Thomas reaja de forma violenta e imprevisível.

Julie (Céline Sallette) é uma enfermeira que, ao voltar para casa do trabalho, encontra perdido na estrada um garotinho chamado Victor (Swann Nambotin). Aparentemente inocente e frágil, Victor é uma alma perdida, acolhida por Julie. Esta, por sua vez, também se sente perdida desde que foi agredida por Serge (Guillaume Gouix), um assassino perseguido pela polícia. Laure (Alix Poisson), uma policial com quem Julie mantinha um relacionamento, não foi capaz de protegê-la, o que levou ao afastamento das duas.

Serge, conhecido apenas pelo apelido de canibal, desapareceu sem deixar vestígios. Agora ele retorna, tentando controlar seus instintos assassinos. O único que parece conhecer seu segredo é seu irmão Toni (Grégory Gadebois), proprietário de um pub que, após o desaparecimento de Serge, tentou manter uma vida normal. O retorno do irmão irá reavivar um passado que Toni preferia manter enterrado.

No pub trabalha Lucy (Ana Girardot), uma garçonete que há cerca de um ano surgiu do nada e logo conquistou os fregueses, especialmente os homens, com sua carinha de anjo.

Cartazes promocionais da segunda temporada: na sequência, Lucy (Ana Girardot) e Toni (Grégory Gadebois), Julie (Céline Sallette) e Victor (Swann Nambotin), Simon (Pierre Perrier) e Adèle (Clotilde Hesme):



"Le Revenants" teve seus direitos de exibição adquiridos por canais da Inglaterra (Channel 4),  Suécia (SVT), Israel (Hot), Hong Kong (Now TV) e Hungria (Viasat). Os produtores também estão em negociações com canais dos EUA, Canadá, Japão, Austrália, Itália e América Latina. Ainda não há informações de que o Brasil esteja incluído. Já foi anunciada também a noticia de que "Le Revenants" terá seu genérico americano ainda este ano.

Confira trailer promociomal da primeira temporada de "Le Revenants":


Ficou curioso? Assista a série aqui!

Para uma das atrizes do elenco, no caso Clotilde Hesme que vive Adèle, a série já trouxe bons reflexos. Hesme participa do curta metragem "Once Upon A Time..." dirigido por Karl Lagerfeld que conta a história da abertura da primeira loja Chanel. A atriz contracena com Keira Knightley, que vive Grabielle Chanel no curta. Confira aqui.