13.4.13

GOURMET | Moqueca de Cação


Na última Sexta-Feira Santa consegui superar minhas expectativas ao preparar pela primeira vez uma Moqueca. Sou suspeito em falar a respeito de peixes e frutos do mar já que minha experiência no Nordeste, além de me proporcionar uma formação profissional e de vida inenarráveis, também me aderiu o gosto por pratos não somente exóticos, mas também em reforçar meu paladar e vontade de ousar em um dos meus hobbys preferidos: COZINHAR!

Com dois quilos de postas de Cação nas mãos, não sabia ao certo o que preparar para a tal Sexta-Feira Santa e pelas lembranças das moquecadas de Juazeiro da Bahia e Petrolina - sim, era só atravessar a ponte, recorri ao meu oráculo Google e apostei nessa receita que rendeu um saboroso e belíssimo resultado. Confira!

"Moqueca de Cação"

Ingredientes

* 2 kg de posta de Cação
* 700 g de cebola cortada em fatias
* 2 pimentões verdes fatiados
* 2 pimentões vermelhos fatiados
* 2 pimentões amarelos fatiados
* 1 kg de tomates crus fatiados
* 2 dentes de alho espremidos
* 2 maços de cheiro verede
* 1 garrafa pequena de leite de coco
* Azeite para o fundo da panela
* Sal a gosto
* Suco de 1/2 limão
* Azeite de dendê 

Modo de Preparo

1. Em uma panela larga e alta, se for de barro, ainda melhor, derrame uma pequena porção de azeite e forre o fundo com uma parte de cebola, outra de pimentão (3 cores), o tomate, e fatias da posta de cação
2. Tempere com sal, apenas na parte de cima e acrescente o cheiro verde e o alho
3. Repita todas as camadas: cebola, pimentões, tomates, cação, temperos, até terminar, sendo que a última camada deverá ser de cação com os temperos
4. Derrame o leite de coco, tampe a panela e deixe cozinhar por 30 a 40 minutos sem mexer
5. Quando o cozimento estiver terminado, prepare num copo uma mistura com 3 colheres de sopa de azeite de dendê e o suco do limão
6. Derrame sobre o cozido, tampe por alguns minutos e sirva os pratos com farinha de mandioca crua e/ou arroz branco
7. Sirva primeiramente um pouco do caldo e então a parte sólida

Como guarnição apostei em Batata à Dorê!

Sobre a Moqueca:
fonte: "Wikipédia"

A moqueca (termo utilizado no Brasil) é um cozido de peixe e outros frutos do mar com diferentes temperos. Tradicional item da culinária baiana, apresentando variações na culinária capixaba e paraense.

Tal prato tem origem indígena e foi amplamente utilizado como parâmetro para preparo de pratos semelhantes, outrossim chamados de peixadas ou de moqueca. A moqueca capixaba não requer ingredientes como leite de coco e azeite de dendê, o que torna o prato mais leve e menos calórico.

O prato era originalmente feito numa grelha de varas (madeira roliça, comprida e delgada) ou ainda apenas folhas de árvores cobertas por cinzas quentes (o que era chamado moquém).

A primeira menção da moqueca num documento histórico foi numa carta do padre português Luís de Grã, datada de 1554, onde ele afirma que "quando se dispunham a comer carne humana, os índios assavam-na na labareda", isto é, no moquém. Em 1584, outro padre, Fernão de Cardim, comenta que eram moqueados peixes, batata, mangará, entre outros alimentos.

A moqueca atual não é assada, e sim refogada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
NA LÍNGUA DO JU ® - 2017