#ENTREVISTA | Priscilla Drag, a 'Rainha da Noite'

Início dos anos 90: o underground passou a ser a palavra de ordem e ser moderno era gostar de música eletrônica, frequentar raves, usar roupas flúor e utilitárias. A internet dava os seus primeiros passos e a noite, sim, a noite, era um meio de conhecer novidades (e pessoas interessantes), de estar conectado com o que acontecia no mundo em geral. Uma diversão non-sence arrebatava muitos e muitas para as pistas das boates que ferviam em hits como a clássica "Groove Is In The Heart" do Deee-Lite, por exemplo. A cena GLS introduzia um personagem que se tornaria icônico e representativo ao segmento: a Drag-Queen. O filme "Priscila, a Rainha do Deserto"(1994) arrebata de vez este fundamento e a figura da drag-queen se torna oficialmente um referencial de boates, até mesmo chamariz de público. Era comum em determinada noite as pessoas comentarem ir em tal lugar ou outro, já que uma determinada drag estaria presente seja como hostess ou no palco. Era comum também as drags ferverem junto ao povo na pista já que o fundamento era a pura montação pelo prazer de se divertir e divertir os outros. Eis que neste momento surge uma figura: Priscilla Drag. De início, a fervesão característica que todo mundo tinha na época, aquela vontade de se montar por estar montado, pela festa em si e que depois de quase 10 anos, detonou novamente o fundamento drag-queen dos 90´s e trouxe de volta à cena GLS campineira a diversão que este personagem prega. O público se envolveu e se arrebatou. Confira aqui, no blog NLDJ uma entrevista exclusiva com uma das drag-queens mais fervidas e queridas da atualidade: Priscilla Drag, personagem do ator Gustavo Tonini, 30 anos, natural de Campinas, há tempos na estrada e com muitas histórias para contar...

NLDJ: A primeira pergunta é meio óbvia, mas vamos falar de história: como surgiu a vontade de se montar?

Priscilla Drag: Bem Jú, foi na época do clássico "Priscilla, a Rainha do Deserto" nos anos 90 mesmo, eu já estudava teatro e atuava em peças, e me decidi por fazer uma experiência no ramo dos shows de drags, acho que deu certo!!! Risos...

NLDJ: Como surgiu a personagem Priscila Drag? Quais foram as suas influências?

PD: Minha primeira vez em boate gay, eu assisti um show da Nany People com a qual me identifiquei muito, com seu jeito com seu talento pra piada e tiradas rápidas. O nome Priscilla vem do filme mesmo e a criação do personagem com seu jeito todo espalhafatoso é bem do estilo drag.

NLDJ: Antes de se profissionalizar, para você, como era este lance todo de montação?

PD: Não existia na verdade, quando me montei a primeira vez por incrível que pareça já foi ganhando dinheiro, depois disso apenas aperfeiçoei a coisa toda.

NLDJ: Você acompanhou a evolução da drag-queen na noite GLS. Hoje, qual a diferença mais significativa da representatividade deste personagem na noite?

PD: Vejo muitas drags na noite, porém a maioria delas sempre bonitas, lindas, glamourosas mesmo, não há quase drags "Palhaças" mesmo hoje em dia na noite, o que se confunde muito com transformistas, travestis no meio de uma boate, algumas pessoas não sabem diferenciar uma coisa de outra. Mas de certo modo eu acho importante sempre essa figura no meio de qualquer lugar que seja.

NLDJ: Como foi e quando aconteceu a sua primeira apresentação profissional?

PD: Foi em Avaré em um hotel que eu trabalhava, surgiu a chance de eu fazer um show pra zoar mesmo, a coisa foi tão boa, que o dono do hotel por sua vez me contratou para trabalhar efetivamente lá e foi onde comecei a história de Priscilla Drag.

NLDJ:
Cite um fato que você considere mais emocionante na sua carreira:

PD: Foi quando há alguns anos atrás tive o prazer de fazer uma festa onde estava a diva rainha que amo " Xuxa" e me tratou com um carinho imenso fervendo comigo e tirando muitas fotos, aquele momento realmente foi impagável.

NLDJ: Cite um fato que você ache mais estranho, dramático ou saia justa que já tenha acontecido na sua carreira:

PD: Ah monaaaaaaaaa que babado né? São tantos por incrível que pareça, mas teve um que com certeza me marcou: fervi tanto com uma bixa uma vez na fila da boate e a bixa por sua vez não me respondia, ai perguntei: " Mona você é surda!?" e o amigo dela que estava atras respondeu: " Sim ela é!"...Fiquei pretaaaaaaaaaa né bixa sem saber o que fazer, mas ela por sua vez levou na esportiva, eu me desculpei e ficamos amigos até hoje.

NLDJ: Dá para se viver da montação?

PD: Hoje em dia é bem dificil isso, eu graças a Deus tenho uma cartela de clientes fíeis em todos os sentidos, e vivo só disso, não sei se saberia trabalhar do jeito que trabalho com mais um emprego durante o dia, sabendo que o que vou ganhar em um mês é o mesmo que vou ganhar em 2 dias ou as vezes ate em 1.

NLDJ: Você se considera uma figura polêmica? E por quê?

PD: Sim Jú sem duvida, existem muitas coisas que fazem de mim uma pessoa polêmica, o maior dos fatos é a questão de leis GLBTT que sempre ´tô enfiada no meio brigando sempre pelos direitos, e com isso vêem as falas de paradas gays né? Que por minha vez não economizo em palavras e a mídia sempre me retrata como sendo uma formadora de opinião polêmica.

NLDJ: Qual é a sua relação com o público, fãs...Noite em geral?

PD: Olha Jú é bem grande essa relação com amigos, clientes, fãs em geral, mantenho um contato direto com todos através de MSN, site pessoal, facebook, twitter e orkut, é uma maneira de fazer com que eles estejam sempre em sintonia comigo, acompanhando meus trabalhos por onde quer que eu vá.

NLDJ: Como você analisa a cena GLS atual?

PD: Não sei bem o que dizer, mas diria que esta caótica, não vejo mais a coisa como há 10 anos atrás e você sem dúvida sabe bem do que me refiro, das altas festas que tinhamos, das grandes noites, dos espetáculos, estas coisas. Acho que isso tudo sumiu de um tempo pra cá.

NLDJ: Qual é o seu ideal de noite?

PD: Penso como uma empresária que sou. As pessoas saem de casa atrás de diverção e entretenimento, querem passar momentos agradáveis, e eu dou isso a elas, sempre com sorriso no rosto, piadas de improviso e um show engraçado, isso faz com que elas cada vez mais e mais queiram voltar e ver você mais uma vez.

NLDJ: Você ainda acredita em casamento?

PD: Acredito, eu vivo em um né! Casado amor...há quase 2 anos já. Olha que glória!!!

NLDJ: Você se considera uma Drag-Queen ou Drag-Diva?

PD: Drag-queen mesmo, bem rainha Dragão como diz o nome, chega causando medu, mas algumas pessoas me chamam de Diva me sinto lisonjeada, até mesmo outro dia vi um comentário em uma foto que estava eu e a Léo Aquilla e uma bixa comentou a foto " Divas que amo!" ai mona me senti né? Risos...

NLDJ: Como você se prepara para os shows?

PD: Olha bem simples, sentada no sofá, tomando coca vendo TV e me maquiando, simples assim.

NLDJ: Você tem o hábito de dar pinta desmontado pela noite, o que ainda agrega uma comoção de fãs que lhe reconhecem e te assediam. O Gustavo faz o que nas horas vagas?

PD: Sim tenho sim, eu adoro sair quando não tenho show para fazer o que está sendo raro nos últimos tempos, mas quando saio não tem jeito né, sempre tem várias pessoas que vem conversar comigo, ainda se espantam quando me vêem desmontado, dizem que sou um lindo homem "Por conta deles né?"...E o carinho é grande de ambas as formas.

NLDJ: Deixe um recado para seus fãs:

PD: Somente obrigada sempre!!!

NLDJ: Qual conselho você daria para quem está começando, pensando ou em fase de se montar?

PD: Para fazer show não existe só bate cabelo!!! Invente, e faça diferente!!!

NLDJ: Deixe um recado para as drags-vilãs:

PD: Olha não são tantas assim não que conheço, mas uma em especial que acha que a vida é feita somente de cerveja, balas e cocaína e que depois de ter perdido tudo e colocado a culpa em tudo e todos é o seguinte: Viva e deixe viver querida!!! O Mundo é bem pequeno mas todos cabem nele, e as que se sobressaem é porque são realmente merecedoras disso!

NLDJ: Cite uma frase que lhe dá motivação:

PD: Frase de um fã meu: " Você é inimitável querida!"

Contatos para shows: 19 3342-9708 ou 19 9247-4693
Site oficial: www.pridrag2.com
e-mail: pridrag2@hotmail.com

Clique aqui e confira outras entrevistas publicadas no blogui NLDJ e arrase!

ÚLTIMAS POSTAGENS